35 mil galinhas morreram em Bastos (SP) com onda de calor

Com a onda de calor que tem atingido o Estado de São Paulo nos últimos dias, cerca de 35 mil galinhas poedeiras morreram em granjas na cidade de Bastos. De acordo com a Secretaria de Agricultura e Abastecimento, a cidade contribui com 36% da produção de ovos no Estado.

O presidente do Sindicato Rural de Bastos, Katsuhide Maki, informou que as 35 mil aves morreram em uma granja onde havia 800 mil galinhas. O plantel total do Município é de 35 milhões de aves alojadas, segundo Maki.

Devido ao caso de mortalidade dos animais e da queda na qualidade dos ovos por causa do calor, Maki explica que pode haver queda de 3% na produção diária de ovos, atualmente no patamar de 27 milhões de ovos/dia. Esse recuo pode chegar a 810 mil ovos a menos por dia, ou 24,3 milhoes de unidades a menos no mês.

“Hoje a caixa com 30 dúzias de ovos está cotada a R$ 98,00, mas não sabemos ainda como essa diminuição na oferta vai impactar o mercado. Acredito que daqui cerca de 10 dias a falta de ovos já deve começar a ser sentida pelo mercado”, disse Maki.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *