GRANDE REGIÃO - SPNOTÍCIASRIBEIRÃO CORRENTE

ANINHA MONTANHER QUER REDUZIR SALÁRIOS DE POLÍTICOS DE RC

A vereadora Ana Montanher (PTB) criou uma indicação de um Projeto de Lei para reduzir o salário dos vereadores da Câmara Municipal de Ribeirão Corrente. A indicação quer que os honorários diminuam de R$2.700 para um salário mínimo.

Segundo o documento protocolado nesta semana, o projeto visa moralizar mais a função dos políticos, não recaindo na “busca de um dinheiro fácil” e enfatiza que os cargos devem ser ocupados por cidadãos que realmente desejam contribuir com a melhoria do município.

A vereadora disse que o modelo deve ser adotado e que a redução ajudará nas despesas das contas públicas. De acordo com Ana, se o projeto for aprovado a cidade economizará cerca de R$ 20 mil por mês.

Ela ainda afirmou que outros países serviram de inspiração para a ideia e algumas cidades do Brasil já aderiram este tipo de medida.

“O subsídio conferido aos vereadores deve ser uma verdadeira ajuda de custo em relação às despesas que possuem em razão dessa função. Serve de inspiração o exemplo não só de países de primeiro mundo como da América do Norte e Europa e também várias cidades brasileiras que já sentiram que é necessário trabalhar em prol de um município e seus cidadãos”.

A proposta será apresentada na sessão ordinária da Câmara Municipal nesta terça-feira (11). A política explicou que projetos que alteram salários de vereadores ou prefeitos  são encaminhados e analisados pelo presidente da Câmara dos Vereadores.

“Somos um município pequeno, temos a sessão a cada 15 dias. Acredito que ninguém precisa parar de trabalhar para ser vereador”, afirmou.

Ela disse que ainda não sabe como será a aceitação dos colegas de câmara em relação à ideia.

“Depois que fiz a indicação ainda não houve sessão. Acredito que na terça-feira vou poder saber mais o que os outros vereadores pensam a respeito disso. É uma forma de trazer pessoas que realmente pensam em fazer o bem comum e não apenas estar em busca de um salário. Espero conseguir”.

*Com informações do jornal Verdade Online

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close