Após tempestade de poeira, moradores de Franca lavam calçadas apesar do racionamento de água

Os moradores de Franca (a 400 km de São Paulo) amanheceram nesta segunda-feira (27) empenhados na limpeza das casas e pontos de comércio após a tempestade de poeira que atingiu a cidade no fim da tarde de domingo (26).

Mesmo em pleno racionamento de água, implantado pela Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) desde o início do mês, os francanos lavaram garagens e calçadas, inclusive com mangueiras. Mas houve quem adotasse medidas mais econômicas.

A dona de casa Nalzira Pelizaro mora na Vila Imperador, que está sem água nesta segunda por conta do racionamento, recorreu à água estocada para lavar a garagem e a calçada. Ela tem o hábito de armazenar água da chuva e aproveitou que choveu no domingo após a nuvem de poeira passar pela cidade.

“Eu estou sem água hoje, mas não tinha condições de ficar na sujeira. No domingo, quando eu vi que o céu ficou muito vermelho, eu até fechei as janelas e portas, mas entrou muito pó, está tudo sujo. Como choveu depois, eu armazenei água e estou usando agora para limpar”.

No Parque Residencial Santa Maria, a cabeleireira Silvana Garcia de Freitas, 55, também reaproveitou água para limpar a área externa de sua casa. estava lavando roupas brancas e usei a mesma água para lavar o quintal. A casa está inteira suja, mas não tenho coragem de ligar a mangueira e sair jogando água, não é o momento. Aqui em casa é tudo piso e os balcões de pedra ficaram tudo preto, de tanta sujeira. Usei um pano e balde para ir jogando água”, disse ela, que começou a limpeza por volta das 8h e seguiu até depois do meio-dia.

A manicure e podóloga Maria Pereira, 44, mora na Vila Nicácio com o marido e dois filhos, de 12 e 4 anos, e está sem água desde a tarde de domingo (26), quando a cidade foi tomada pela tempestade de terra. Maria disse que quando percebeu que a nuvem de poeira estava se aproximando de sua casa, recolheu rapidamente as roupas do varal e fechou a casa toda, mas ainda assim a sujeira entrou no imóvel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *