Carrefour e Big podem criar 1ª varejista de R$ 100 bilhões de receita do Brasil

aquisição da rede de supermercados Big pelo Grupo Carrefour, por R$ 7,5 bilhões, pode criar a primeira varejista a ter R$ 100 bilhões de faturamento no país. Em 2020, o Big teve uma receita consolidada de R$ 24,9 bilhões, enquanto o Carrefour alcançou R$ 74,75 bilhões.

“Será a primeira varejista de 12 dígitos, é um marco”, afirma Alberto Serrentino, fundador da Varese Retail e especialista no setor.

O Grupo Big (ex-Walmart Brasil) opera com sete marcas no Brasil, como Sam’s ClubSuperbompreçoMaxxi Atacado e Mercadoramma, além do próprio Big. No total, a empresa possui 389 lojas espalhadas em 181 cidades.

Em entrevista ao CNN Brasil Business, Sébastien Durchon, diretor financeiro do Grupo Carrefour, afirma que a aquisição vai ser positiva para os consumidores.

“Vamos converter lojas, e quem tem o menor preço? O Carrefour. O consumidor do Big vai se beneficiar. No caso do Atacadão, é a mesma coisa. É uma transação que vai devolver poder aquisitivo para o brasileiro.”

Após passar a maior parte do dia em alta, o Ibovespa inverteu a tendência ao final da tarde, acompanhando a virada de humor também nas bolsas americanas, e encerrou esta quarta-feira (24) em queda de 1,06%, a 112.064,19  pontos.

O dólar, que subia na mesma tendência, intensificou as altas e encerrou o dia com avanço de 2,2% e de volta ao patamar dos R$ 5,60. O dólar à vista fechou cotado a R$ 5,638 na venda. A alta de 2,2% é a mais forte desde 18 de setembro de 2020.

No novo episódio do podcast O que Eu Faço?, Fernando Hadba, estrategista de Pessoa Física da Santander Corretora, dá dicas sobre o melhor momento e a melhor forma de investir nas estatais mesmo em tempos de crise.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *