Casa da Prece, de Chico Xavier, pode se tornar patrimônio de Uberaba

O Conselho de Patrimônio Histórico e Artístico de Uberaba (Conphau) iniciou um estudo para o tombamento do espaço onde eram realizadas as atividades mediúnicas de Chico Xavier, conhecido como Casa da Prece.

A decisão foi tomada após reunião on-line da prefeita Elisa Araújo e do presidente interino da Fundação Cultural de Uberaba (FCU), Cássio Facury, com representantes do Conphau, na tarde dessa terça-feira (18/5).

A reunião foi conduzida pelo presidente do Conphau, Luiz Mário Molinar Neto, sendo que, na oportunidade, a prefeita apresentou as tratativas e negociações a respeito do imóvel da Casa da Prece, localizado na avenida João XXIII, Bairro Parque das Américas.
A partir das propostas apresentadas pelo município, o Conphau informou que vai iniciar os estudos para o tombamento do conjunto material e imaterial de Chico Xavier, paralelamente às negociações entre o poder público e o proprietário dos bens, que é Eurípedes Higino, filho adotivo do médium.
“O próximo passo é levantar e produzir relatórios e dossiês a respeito da Casa da Prece e do acervo do médium, patrimônios que o conselho reconhece a necessidade de proteção e preservação. O planejamento e o cronograma das ações serão apresentados na próxima reunião do Conphau, que ainda será marcada”, informou nota da assessoria de imprensa da Prefeitura de Uberaba.
Nessa segunda-feira (17/5), a prefeita Elisa Araújo (Solidariedade) se encontrou pessoalmente com o filho adotivo de Chico Xavier, Eurípedes Higino, na Casa de Memórias e Lembranças de Chico, que fica no mesmo bairro onde se localiza a Casa da Prece.

Na ocasião, eles falaram sobre a preservação do espaço onde eram realizados os trabalhos de mediunidade de Chico Xavier.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *