Covid-19: Pratápolis envia pedido de compra de 7 mil doses de vacina ao Instituto Butantã

A Prefeitura de Pratápolis enviou pedido ao Instituto Butantan para compra de 7 mil doses da vacina CoronaVac, desenvolvida pelo laboratório Sinovac e produzida no Brasil. O pedido foi feito no início da semana e divulgado pela administração municipal na tarde desta quinta-feira (7).

O anúncio foi feito pela prefeita Denise Neves (PL), após reunião com o grupo que acompanha a evolução da Covid-19 em Pratápolis e na região. O início da distribuição da vacina depende da autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O Butantan ressaltou que a atitude da gestora é cautelosa e de responsabilidade com a população pratapolense.

“O memorando de interesse foi assinado dia 04/01/2020 e estamos muito ansiosos. Espero que dê tudo certo e em breve possamos voltar ao normal”, afirmou a prefeita, ressaltando que também faz contato com a Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) na busca de imunizantes.

Covid-19: Pratápolis envia pedido de compra de 7 mil doses de vacina ao Instituto Butantã — Foto: JN

As licitações para compras de agulhas e seringas para aplicação das vacinas estão prontas, de acordo com a prefeitura. Entretanto, conforme explicou a administração municipal, elas serão abertas após a aprovação da Lei Orçamentária Anual (LOA) 2021.

A Prefeitura de Pratápolis revelou que as primeiras doses serão destinadas a grupos prioritários como, por exemplo, idosos com mais de 65 anos e profissionais da área da saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *