Curso sobre uso correto de agrotóxicos é o mais procurado no Senar-SP

O curso Agrotóxicos – Uso Correto e Seguro – NR 31.8, que traz a Norma Regulamentadora 31, do Ministério do Trabalho, é o mais procurado e oferecido pela área de Formação Profissional do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de São Paulo (Senar-SP). Em 2020, já foi ministrado a 378 turmas, totalizando 4 mil pessoas. Também havia sido o mais procurado em 2019, com 732 turmas, somando 9.200 alunos.

“A pandemia de Covid-19, infelizmente, prejudicou a realização dos nossos cursos. Por isso estamos com números totalmente atípicos. Mas, mesmo assim, procuramos dar todo o apoio e condições para que os produtores rurais continuem se capacitando, uma vez que eles mostraram, novamente, toda sua importância durante a crise”, explica Tirso Meirelles, vice-presidente do Sistema Faesp/Senar-SP.

O curso apresenta abordagens teóricas e práticas que envolvem desde a aquisição dos produtos, transporte e armazenamento, passando pela parte da aplicação, com a identificação da classificação toxicológica, interpretação da bula, preparo e equipamentos de proteção individual, até a destinação correta das embalagens utilizadas.

“É importante destacar que isso também mostra a preocupação do produtor rural e de todo o setor no correto uso dos defensivos agrícolas, de modo que não haja danos à saúde do aplicador, e da população e ao meio ambiente”, ressalta o vice-presidente.

Considerando todas as grades que envolvem o correto uso dos defensivos agrícolas, apenas em 2019, cerca de 11.400 pessoas foram capacitadas, em mais de 21.300 horas de aula/formação, em sete cursos diferentes. Em 2020, foram 5 mil pessoas, com 10 mil horas de capacitação, em cinco cursos diferentes.

Todos os participantes receberam certificados que são válidos durante as fiscalizações do Ministério Público do Trabalho e Ministério da Economia.

Mecanização também é o foco

A preocupação com a mecanização também está presente nos cursos de Formação Profissional ofertados pelo Senar-SP, sendo o segundo tema mais procurado e ofertado, uma vez que o estado de São Paulo possui uma grande frota de maquinários agrícolas.

Segundo a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores, a venda de máquinas agrícolas cresceu 3% em 2020, sendo boa parte de tratores. Mostrando essa tendência, o Senar-SP realizou 267 cursos de Operação e Manutenção de Tratores. Em 2019, foram 473. Segundo dados do Censo Agropecuário de 2017, os produtores paulistas têm 84 mil tratores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *