Escolas particulares retornam na segunda-feira em Ribeirão

As escolas da rede privada poderão reabrir em Ribeirão Preto a partir da próxima segunda-feira (5), mesmo no pico da pandemia do novo coronavírus (covid-19). A educação passou a ser considerada um serviço essencial após publicação de decreto do governador João Doria (PSDB) na última semana.

Mesmo assim, as unidades de ensino devem respeitar as regras impostas pelo Plano São Paulo, como limite de 35% de capacidade e o distanciamento de 1,5 metro entre as carteiras e pessoas dentro das escolas.

Para o diretor regional do Sieeesp (Sindicato dos Estabelecimento de Ensino no Estado de São Paulo) em Ribeirão Preto, João Alberto Velloso, os pais estão sendo consultados sobre a liberação.

“Essa proposta revela uma posição dos pais, porque os pais também são protagonistas disso. São eles que sempre serão consultados para saber se querem que naquele momento os filhos voltem. Assim como tem aqueles pais que querem e precisam que o filho venha para escola, existe um contingente, que acredito que seja até uma maioria, que preferem que o filho fique junto a eles neste momento grave que temos passado”, declarou.

Para o infectologista e professor da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo) em Ribeirão Preto Fernando Bellissimo, a volta dos alunos para as escolas é segura, desde que o protocolo sanitário seja obedecido.

“Falamos de um retorno de forma segura, que envolva o uso de máscara continuamente por parte dos alunos e professores, que envolva a correta higiene das mãos”, disse.

Na rede pública

Na rede municipal de ensino, as aulas presenciais estão suspensas, por conta de uma decisão da Justiça do Trabalho, que atendeu um pedido do sindicato dos Servidores Municipais. A categoria questiona a segurança para o retorno das atividades presenciais para os funcionários das escolas.

Na rede estadual, as aulas presenciais também estão suspensas. A secretaria estadual da Educação ainda avalia a retomada das aulas presenciais (com EPTV).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *