Exportação de calçados brasileiros cresceu em outubro

As vendas de calçados brasileiros ao exterior tiveram leve crescimento em outubro em relação a setembro, seguindo uma tendência de recuperação gradual do impacto econômico da pandemia. Segundo a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), no décimo mês do ano foram embarcados 10,43 milhões de pares, que geraram US$ 55,4 milhões, altas de 28,6% em volume e de 4,8% em dólares em relação ao mês anterior, setembro.

No entanto, traçando um comparativo com outubro do ano passado, houve queda de 6,1% em volume e de 36,8% em receita. No acumulado de janeiro a outubro, as exportações somaram 74,9 milhões de pares a US$ 545,35 milhões, quedas de 22,3% em volume e de 33,6% em receita em relação ao mesmo período de 2019.

“O ano deve fechar com uma queda próxima de 27% nos embarques”, projetou em nota o presidente-executivo da Abicalçados, Haroldo Ferreira. Ele destacou que existe uma recuperação gradual no mercado externo, mas que isso não será suficiente para reverter a queda registrada ao longo do ano, especialmente em relação ao primeiro semestre. Ele ressaltou ainda que a tendência é de uma recuperação mais substancial a partir de 2021.

Os principais destinos do calçado brasileiro no exterior no acumulado do ano foram Estados Unidos, Argentina e França, e os três países registraram queda em volume e receita no comparativo com 2019. O único país que registrou crescimento entre os vinte primeiros compradores foi Angola, com altas de 20,8% em volume e 21,1% em receita. Os países árabes não figuram entre os principais compradores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *