Feira calçadista americana gera US$ 1,1 milhão para marcas brasileiras

As 22 marcas brasileiras de calçados que participaram da feira digital Micam Americas, entre 19 de janeiro e 16 de março, reportaram negócios na ordem de US$ 1,1 milhão, somando vendas realizadas no evento e alinhavadas durante a participação. No total, foram mais de 50 mil pares comercializados no evento, que teve o apoio do Brazilian Footwear, programa de fomento às exportações de calçados mantido pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil).

A analista de Promoção Comercial da Abicalçados, Ruisa Scheffel, destaca que os eventos digitais estão atraindo cada vez mais atenção de expositores brasileiros, não somente pelas restrições impostas às ações físicas, mas também pelo retorno gerado. “O retorno sobre investimento (ROI) na Micam Americas foi mais de 7.337%”, comemora a analista.

Segundo Ruisa, marcas e compradores estão evoluindo no formato digital para fazer negócios, sendo que grande parte das empresas reportam que, mesmo com o retorno dos eventos físicos, seguirão apostando nos digitais pós-pandemia. “As plataformas digitais possibilitam a prospecção de novos leads e abertura de novos negócios neste momento em que feiras presenciais são limitadas”, acrescenta Ruisa.

O gerente de negócios internacionais da Pegada, Alex Engelmann, conta que, durante a Micam Americas a marca foi procurada por compradores e distribuidores dos Estados Unidos, Romênia e Austrália. “A participação foi muito relevante”, avalia, destacando que a modalidade de negócios tem feito com que a marca seja mais conhecida no mercado internacional.

A diretora financeira da Ferrucci, Camila Ferrucci, destaca que a mostra trouxe novas  oportunidades de clientes e negócios, especialmente com compradores dos Estados Unidos. “O evento foi muito importante para a empresa, acima das expectativas iniciais”, comemora.

Participando pela primeira vez de uma ação totalmente digital no mercado internacional, a Schutz considera a estreia um momento de aprendizado. “Tivemos contatos importantes com compradores, especialmente dos Estados Unidos. Os resultados gerados ficaram acima do esperado”, avalia a trader da marca, Lisiele Silva, que pretende seguir investindo em ações digitais, além dos tradicionais eventos físicos.

Participaram da Micam Americas, com o apoio do Brazilian Footwear, as marcas Ferrucci, Ramarim, Klin, Bibi, Tatiana Loureiro, Pegada, Paula Torres, Beira Rio Conforto, Vizzano, Moleca, Modare Ultraconforto, Molekinha, Molekinho, Actvitta, BR Sport, Opananken, Schutz, Capodarte, Dumond, Lolita Pimenta, Petite Jolie e Pé com Pé.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *