Gás de cozinha já acumula alta de 30% no Brasil

No último levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o botijão de gás aparece com alta de mais de 30% desde o fim de 2020. Em alguns Estados, a média do valor ultrapassa R$ 110, o que representa mais de 10% do salário mínimo.

O professor de finanças do IBMEC Gilberto Braga explica o motivo de tantos aumentos: “O gás é conhecido como GLP, gás liquefeito de petróleo. Como o preço do petróleo vem aumentando substancialmente desde a retomada das ações sociais e econômicas, depois da vacinação contra a Covid-19 no mundo, e também por conta do dólar cada vez mais valorizado em relação a nossa moeda, essa política de equiparação justifica, do ponto de vista financeiro, os reajustes que vêm sendo praticado no preço do botijão”, afirma.

Além das movimentações do mercado internacional, a composição dos preços de revenda do produto ainda leva em consideração outras variáveis, como impostos e revenda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *