Governo de São Paulo anuncia o início da vacinação de professores e profissionais da segurança para abril

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou nesta quarta-feira, durante coletiva de imprensa no Palácio dos Bandeirantes, que profissionais da segurança e da educação começarão a ser vacinados no próximo mês —nos dias 5 e 12, respectivamente. A vacinação dos profissionais da educação era uma demanda da categoria para a volta às aulas em meio à pandemia de covid-19.

Na primeira etapa, serão vacinados 350.000 professores, diretores de escolas, inspetores de alunos e outros profissionais que trabalham nas escolas das redes municipal, estadual e privada do Estado de São Paulo e tenham mais de 47 anos. Na rede estadual, por exemplo, esse contingente corresponde a 40% dos profissionais. Para os trabalhadores da rede privada será exigida a apresentação de um contracheque dos últimos dois meses, com objetivo de evitar fraudes.

Cerca de 180.000 profissionais de segurança pública também serão imunizados. Entre eles estão policiais militares, civis e da polícia científica, bombeiros, agentes de segurança e agentes de escolta penitenciária, além dos efetivos de todas as guardas civis metropolitanas municipais. “Somente no sistema da Secretaria da Segurança Pública até ontem nós perdemos 79 policiais da ativa, 56% deles entre 46 e 55 anos. Uma tragédia”, afirmou o secretário da Segurança, general João Campos.

O Governo de São Paulo anunciou ainda, durante coletiva de imprensa, que irá antecipar a vacinação de idosos de 69, 70 e 71 anos para a próxima sexta-feira (26). Segundo o Governo, a expectativa é vacinar 910.000 pessoas nesta faixa etária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *