Helinho aposta em evolução de Jamaal e Green para ajudar Franca em sequência

O técnico Helinho destacou as evoluções do ala-armador Jamaal Smith e do ala Rodney Green, americanos que foram contratados pelo Franca em novembro passado e estrearam no time no fim de dezembro. Segundo o técnico, essa melhor adaptação da dupla será importante para o time na sequência da Champions League das Américas e do Novo Basquete Brasil (NBB).

Na Champions, Jamaal foi o cestinha da partida contra o Obras-ARG, com 25 pontos. Já Green foi um dos destaques contra o San Lorenzo, anotou 14 pontos e só ficou atrás de Lucas Dias, que marcou 19 e terminou o confronto como maior pontuador do Franca.

Pelo NBB, os números também demonstram a evolução da dupla. Quando Jamaal estreou, diante do Minas, atuou pouco em quadra e zerou na pontuação. Já contra o Mogi, na última partida do Franca, saiu como cestinha da equipe com 21 pontos, apesar da derrota por 87 a 75. Em média, ele tem dez pontos e três assistências. Já Rodney Green teve como melhor desempenho 19 pontos contra o Paulistano, no dia 8 de fevereiro e sua média é de 12 por partida.

– São dois jogadores que chegaram há um mês praticamente e estão evoluindo. É natural que essa evolução ocorra gradativamente e fico feliz pelo crescimento dos dois. São jogadores que, com certeza, serão importantes em jogos decisivos e em momentos importantes como os playoffs. O que para nós vai dar um leque de opções maior e vai aumentar as táticas para podermos buscar os objetivos que temos pela frente – avaliou o técnico Helinho.

Rodney Green, ala do Franca Basquete, também tem melhorado seus números — Foto: Marcos Limonti/LNB

Rodney Green, ala do Franca Basquete, também tem melhorado seus números — Foto: Marcos Limonti/LNB

O Franca é o décimo colocado no NBB, com dez vitórias e 11 derrotas. Seu próximo jogo é nesta quinta-feira, às 14h, no ginásio do Paulistano, em São Paulo, contra o Pato. Na Champions League, o time, que é segundo lugar de sua chave, volta a entrar em quadra no dia 8 de março, contra o San Lorenzo, em Buenos Aires.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *