Medicamentos do ‘kit intubação’ chegam a Minas até sexta-feira,

O governo de Minas voltou a cobrar do Ministério da Saúde o envio imediato dos medicamentos usados para intubar pacientes com Covid19. Segundo o secretário de Estado de Saúde, Fábio Baccheretti, a pasta confirmou que os insumos chegarão aos estados até sexta-feira (26).

Com o aumento do número de casos graves da doença, o consumo do ‘kit de intubação’ também cresceu. De acordo com o secretário, os fabricantes chegaram a aumentar a capacidade produtiva, mas a demanda ainda está maior que a oferta.

Diante disso, o Estado enviou um ofício ao ministério solicitando o fornecimento dos medicamentos. “Foi comunicado que até sexta-feira todos os estados da federação receberão esses medicamentos, que foram requisitados para uma expectativa de consumo em cinco dias”, afirmou em entrevista nesta quarta-feira (24).

Além disso, Fábio informou que o governador Romeu Zema (Novo) se reuniu com representantes do governo federal e sugeriu a compra desses insumos no mercado internacional.

Outra questão abordada durante a coletiva foi a disponibilidade de oxigênio aos pacientes. “O grande gargalo não é a produção do oxigênio e, sim, a logística de fornecimento constante desse insumo”, afirmou.

De acordo com o secretário, a Secretaria de Estado de Saúde (SES) vai fornecer um financiamento para que os hospitais possam trocar os cilindros por reservatórios de oxigênio líquido para liberar os recipientes para outras instituições.

Fila de internação

Segundo Fábio Baccheretti, 714 mineiros aguardam por uma vaga nas terapias intensivas da rede pública. O índice mostra que o crescimento da doença é maior do que a capacidade de abertura de leitos, o que tem sido o grande problema no momento atual da pandemia.

Conforme dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES), 11 das 14 macrorregiões de Minas já estão com mais de 90% das vagas de UTI dedicadas ao tratamento do coronavírus ocupadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *