Micro e pequenas empresas criam a maioria das vagas de emprego no Brasil

Dos 372,2 mil empregos criados no Brasil em agosto, os pequenos negócios foram responsáveis por 265,1 mil, o que representa sete em cada dez postos de trabalho. Os dados são de um levantamento feito pelo Sebrae com base no Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia.

A maioria das vagas (46%) foi aberta pelo setor de serviços, um dos mais impactados pela pandemia de Covid-19, que contratou 119,3 mil trabalhadores, quase o dobro das médias e grandes empresas desse setor, que, em agosto, abriu 60,8 mil novos postos de trabalho. Na sequência, aparecem o comércio (69,8 mil), indústria de transformação (40,6 mil), construção (30,7 mil) e agropecuária (2,5 mil).

No acumulado do ano, as micro e pequenas empresas foram responsáveis por aproximadamente 70% dos postos de trabalho gerados no País. Das 2,2 milhões de vagas criadas nos oito primeiros meses de 2021, mais de 1,5 milhão foram dos pequenos negócios, contra 507 mil das médias e grandes empresas.

“Os pequenos negócios são os primeiros a sentir os efeitos de uma grande crise, mas também são os primeiros a conseguir se recuperar, inclusive, pela sua estrutura mais enxuta. É por isso que é tão importante a criação e manutenção de políticas públicas que incentivem esse segmento”, disse o presidente do Sebrae, Carlos Melles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *