MPSP deflagra Operação Holerites Premiados na cidade de Barretos

Nesta segunda-feira (14/12), o Ministério Público de São Paulo, por meio do Setor de Competência Originária Criminal da Procuradoria-Geral de Justiça, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e da Promotoria de Justiça de Barretos, com apoio da Polícia Militar(CPI´S 03 e 05, 9º e 11º BAEP’s) e da Polícia Civil (Seccional de Barretos), deflagrou a Operação Holerites Premiados.

 

As investigações no Setor de Competência Originária Criminal e em procedimento investigatório criminal e inquéritos policiais perante a 1ª Vara Criminal de Barretos, demonstraram a existência de organização criminosa que atuava no interior da Prefeitura Municipal de Barretos, composta por dezenas de servidores municipais, inclusive dos mais elevados níveis hierárquicos.

 

A organização criminosa se valia de sofisticada atuação para fraudar holerites de servidores previamente aliciados, proporcionando o desvio e recebimento de valores que alcançaram milhões de reais em detrimento dos cofres públicos municipais.

 

Com a participação de 21  promotores de Justiça, 13  servidores do MPSP, 63 viaturas, 205  policiais militares e 21 policiais civis, deu-se o cumprimento de 73  mandados de busca e apreensão, além do afastamento cautelar do atual Prefeito Municipal e de outro servidor investigado, conforme decisões proferidas pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo e da 1ª Vara Criminal da Comarca de Barretos.

 

Além do cumprimento dos mandados, houve determinação de sequestro de bens e de indisponibilidade patrimonial de 42 pessoas beneficiadas pelos holerites premiados, buscando, assim, recuperar os valores desviados do erário. As investigações prosseguem com análise do material apreendido pra eventuais desdobramentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *