Pagamento de parcelas extras começa em 20 de agosto

s brasileiros atendidos pelo Auxílio Emergencial contarão com mais três parcelas que começam a ser pagas no dia 20 de agosto. O calendário de pagamento foi divulgado pela Caixa Econômica Federal na tarde desta quinta-feira (12), em anúncio realizado no Palácio do Planalto, com a participação do Presidente da República, Jair Bolsonaro.

As parcelas serão creditadas para quem se cadastrou no site ou no aplicativo do programa em 2020 ou que fazem parte do Cadastro Único. Ao todo, serão três novas parcelas, referentes a agosto, setembro e outubro.

“Em 2020 foram cinco parcelas de R$ 600 e mais quatro parcelas de R$ 300. Somente no ano passado, com esta rubrica, gastou-se aproximadamente R$ 320 bilhões com o Auxílio Emergencial. Isso equivale, na prática, a 13 anos de Bolsa Família”, ressaltou Bolsonaro.

“Este ano, já superamos a primeira metade, nós começamos o que seria uma quarta fase ou prorrogação da terceira fase do Auxílio Emergencial, que nós concedemos por quatro meses e decidimos prorrogar por mais três meses. Obviamente, esses três meses terminam quando nós teremos, então, o novo programa chamado Auxilio Brasil”, concluiu o presidente.

“Isso corresponde a mais de R$ 20 bilhões para fazer jus a mais três parcelas do Auxílio Emergencial, que se dará agora em agosto, setembro e outubro”, pontuou o Ministro da Cidadania, João Roma.

Pagamento

Não haverá novo cadastro para receber as parcelas extras. Quem seguir os requisitos e já ganhava o auxílio continuará a receber o benefício;

Para os beneficiários do Bolsa Família, nada muda. Continua o calendário habitual, pelo número final do NIS. O pagamento dessa quinta parcela de 2021 tem início no dia 18 de agosto.

Os demais beneficiários recebem por ciclos de crédito e de saque, organizados por mês de nascimento. Os pagamentos em ciclos de crédito em conta e saque em dinheiro.

Reforço

A Caixa informou que reforçou a rede de atendimento com a contratação de 10 mil empregados e colaboradores para atuar nas mais de 4,2 mil agências em todo o país. Esses locais contam com higienização e medidas para manutenção do distanciamento para evitar contágio com a Covid-19.

“A Caixa continua abrindo às 8h da manhã, isso é muito importante, em especial no Norte e Nordeste, onde as pessoas chegam, normalmente, muito mais cedo”, explicou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Auxílio Emergencial
O auxílio começou a ser pago pelo Governo Federal aos trabalhadores informais, microempreendedores, autônomos e desempregados que foram afetados por medidas impostas com o novo coronavírus.
Em 2021, o benefício foram inicialmente quatro parcelas e agora serão mais três. O valor médio é de R$ 250, com exceção das mulheres chefes de família monoparental (criam os filhos sozinhas), que recebem R$ 375, e os indivíduos que moram sozinhos (família unipessoal), que recebem R$ 150.

Atendimento ao cidadão

As informações do Auxílio Emergencial podem ser obtidas pelos canais da Caixa por telefone ou internet. Pelo número 111 é possível fazer ligação de graça, de segunda a domingo, das 7h às 22h. O banco disponibiliza, ainda, pela internet com todas as informações e dúvidas sobre o programa.

Você também pode buscar mais informações no site do Ministério da Cidadania.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *