Prefeito de Batatais (SP) é ameaçado de morte após decretar lockdown

O prefeito de Batatais (SP), Juninho Gaspar (PP), afirma ter sido ameaçado de morte após ter decretado lockdown na cidade. Gaspar diz que as ameaças foram destinadas a ele e sua família e que irá registrar um boletim de ocorrência na Polícia Civil.

O prefeito diz que as intimidações foram feitas por telefone a um atendente em uma base da Guarda Civil Municipal (GCM) e a agentes da prefeitura durante fiscalizações durante os primeiros dias de bloqueio.

De acordo com ele, um morador de Batatais ligou para o telefone da GCM e afirmou que “ia me tirar um tiro e me enrolar em uma lona” e que “mataria a minha família”.

“Nós, enquanto agentes políticos, temos que estar preparados para receber críticas. Mas ameaçar a mim e a minha família é covardia. Me deixa triste saber de uma situação tão desagradável”, declara.

 

Para o político, as tentativas de intimidação devem ter vindo de pessoas contrárias às medidas adotadas para conter o avanço da pandemia em Batatais.

Caso similar aconteceu com o prefeito de Araraquara, Edinho Silva (PT), que recebeu xingamentos e promessas de morte por também aderir ao lockdown.

No caso do município araraquarense, a polícia identificou e prendeu o suspeito de praticar o crime.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *