Região tem 88 candidatos que recebem Auxílio Emergencial irregularmente

O ministro Bruno Dantas tornou pública uma lista produzida pelo Tribunal de Contas da União (TCU) que contém os candidatos da eleição 2020 que declararam patrimônio igual ou superior a R$ 300 mil e que receberam alguma parcela do auxílio emergencial até julho de 2020, o que aponta potenciais fraudes na obtenção do benefício, pois a renda é incompatível com as regras do programa.

Em Ribeirão Preto 20 candidatos a vereador estão nessa lista. Na Região Metropolitana (RMRP) são, ao todo, 88 candidatos, entre vereadores e prefeitos, que aparecem na lista.

Na RMRP, são cinco candidatos a prefeito, três a vice-prefeito e 80 candidatos a vereador com patrimônio acima dos R$ 300 mil que recebem o auxílio.

O Ministério da Cidadania deliberou pelo cancelamento de todos os benefícios detectados pelo TCU, sem prejuízo da possibilidade dos beneficiários contestarem nos canais adequados. A única exceção se refere a benefício concedido judicialmente.

É possível verificar também casos em que o patrimônio declarado do candidato supera R$ 1 milhão. “Tais casos demonstram potenciais integrantes do rol de inclusões indevidas do benefício, uma vez que os indícios apontam renda incompatível com as regras do programa”, diz o TCU.

Em Orlândia, um candidato a vereador que recebe o auxílio, declarou que tem um patrimônio de R$ 320 milhões. No município, são dois vereadores que recebem o auxílio.

A lista foi divulgada mediante parcial supressão dos CPFs dos candidatos. “O cruzamento de dados realizado pelo TCU e o cruzamento realizado pelo Ministério da Cidadania, com dados que permitem identificar benefícios que foram cancelados antes da decisão do Tribunal e benefícios que permaneceram com pagamentos em setembro e outubro, seja no âmbito do auxílio emergencial originalmente estabelecido pela Lei 13.982/2020, seja no âmbito do auxílio emergencial residual previsto na Medida Provisória 1.000/2020.”

Veja abaixo a quantidade de candidatos que recebem o auxílio de forma irregular o benefício:

ALTINÓPOLIS: três candidatos a vereador
BARRINHA: um candidatos a vereador
BATATAIS: dois candidatos a vereador
BRODOWSKI: três candidatos a vereador e um a prefeito
CAJURU: um candidato a vice-prefeito, um candidato a prefeito e dois candidatos a vereador
CRAVINHOS: dois candidatos a vereador
DUMONT: dois candidatos a vereador
GUARIBA: um candidato a vereador
GUATAPARÁ: dois candidatos a vereador
JABOTICABAL: nove candidatos a vereador
JARDINÓPOLIS: três candidatos a vereador
LUÍS ANTÔNIO: um candidato a vereador
MOCOCA: dois candidatos a vereador
MONTE ALTO: um candidato a vereador
NUPORANGA: um candidato a vice-prefeito
ORLÂNDIA: dois candidatos a vereador
PRADÓPOLIS: dois candidatos a vereador
RIBEIRÃO PRETO: 20 candidatos a vereador
SALES OLIVEIRA: um candidatos a vereador
SANTA CRUZ DA ESPERANÇA: um candidato a prefeito um candidato a vereador
SANTA RITA DO PASSA QUATRO: dois candidatos a vereador
SANTA ROSA DE VITERBO: quatro candidatos a vereador e um candidato a prefeito
SANTO ANTÔNIO DA ALEGRIA: um candidato a prefeito
SERRA AZUL: um candidato a vereador
SERRANA: quatro candidatos a vereador e um a vice-prefeito
SERTÃOZINHO: quatro candidatos a vereador
TAIÚVA: dois candidatos a vereador
TAMBAÚ: três candidatos a vereador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *