Ribeirão Preto confirma 1ª morte por Influenza em 2021

O Departamento de Vigilância em Saúde de Ribeirão Preto, órgão vinculado à Secretaria Municipal da Saúde, confirmou a primeira morte pelo vírus Influenza em 2021.

O óbito, causado pela SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), consta em boletim epidemiológico de junho, divulgado nesta sexta-feira (2) pela prefeitura.

Segundo os dados, a vítima testou positivo para o vírus em maio e morreu no mês seguinte. A identidade dela, contudo, não foi divulgada.

Em 2020, quatro moradores foram infectados pela SRAG no município. Todos não resistiram e morreram.

Dengue

Já em relação à dengue, doença transmitida pelo mosquito Aedes Aegypti, Ribeirão Preto registrou 12 novos casos em junho. Em comparação com o mesmo período do ano passado, quando 170 habitantes foram infectados, a queda corresponde a 92,9%.

Ao todo, a cidade confirmou 286 casos no primeiro semestre de 2021 e nenhuma morte pela doença.

A região do município que lidera o ranking de casos é a zona Leste, com 120 confirmações. Na sequência estão as regiões Oeste (53); Sul (42); Norte (41); Central (29); Distritos (1).

Outras doenças

Além da SRAG e da dengue, o Departamento Municipal de Vigilância em Saúde também atualizou a situação de outras doenças em Ribeirão.

No último mês de junho, a cidade confirmou o primeiro caso de febre do Chikungunya em 2021. Trata-se de uma pessoa que veio da Praia Grande (SP) em março. Porém, a confirmação só foi registrada nesse novo relatório.

Já em relação ao Zika Virus, também transmitido pelo mosquito Aedes Aegypti, Ribeirão segue sem nenhum caso, assim como para sarampo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *