Rifaina amplia monitoramento geocriminal com fiscalização da Polícia Militar

Foi formalizado oficialmente na manhã desta terça-feira (02/03), na sede do 15º Batalhão de Polícia Militar do Interior, sediado em Franca/SP, a visualização através de link interligado de monitoramento, das câmeras LPR instaladas em Rifaina/SP.

Distante a 65 km de Rifaina, os policiais militares da Sala Geocriminal sediado no 15º BPM/I, visualizam as câmeras LPR (câmeras de alta resolução especialmente desenvolvida para leitura de placa), que através de seus monitores, identificam todos os veículos que entram e saem do Município e através do sistema DETECTA, recebem informações, consequentemente para orientações de operações e para solucionar diferentes tipos de delitos.

O secretário Municipal de Governo, Alcides Diniz dos Santos, o Cidinho, representando o prefeito Hugo Lourenço, acompanhado do técnico Henrique Resende, foi recepcionado pelo comandante da Unidade, MAJ PM Márcio Alves Cardoso, que responde interinamente pelo 15º BPMI. Conforme convênio estadual GSSP/ATP -28/19, formalizado com a Secretaria Estadual de Segurança Pública, o Município de Rifaina, encaminha o intercâmbio de informações em tempo real, combinado com o emprego de agentes de Segurança Pública, para o desenvolvimento de programa municipal para prevenção de crimes e violência – DETECTA.

“Agradecemos a Prefeitura Municipal de Rifaina, nas pessoas do prefeito Hugo Lourenço e de seu secretário municipal de Governo, Cidinho, a excelente parceria com a Polícia Militar do Estado de São Paulo. Temos a certeza que todos esses esforços aumentarão ainda mais a percepção de segurança da população rifainense”, disse o comandante do 15º BPMI.

“Com a disponibilização deste link, temos uma metodologia estratégica de monitoramento inteligente e de análise geocriminal, aplicada ao sistema operacional de policiamento”, completou Cidinho. Para o comando da Polícia Militar, os constantes investimentos realizados em inteligência, precisamente em tecnologia, é a principal e mais recente ferramenta para auxiliar na prevenção a crimes e identificação dos autores, através da sala Geocriminal.

“O município sai na frente no tema segurança na região, a parceria de um monitoramento já existente e unida com a estrutura da sala geocriminal, permite que policiais treinados, ajudem no mapeamento da cidade e região. com base em informações, a polícia realiza as intervenções”, completou Cidinho.

ABRANGÊNCIA

O serviço é operado por vários policiais da sala Geocriminal. Com o link utilizado na sala geocriminal, os policiais conseguem mapear e monitorar as câmeras LPR de todo o Município de Rifaina, sendo possível traçar o trajeto feito por criminosos. As localizações das câmeras são sigilosas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *