São Paulo encerra fila, vence Palmeiras e conquista Paulistão

  • Respire aliviado, torcedor do São Paulo! Depois de 3.084 dias de espera, é hora de soltar o grito de campeão. O Tricolor colocou fim a mais de oito anos de fila e conquistou o Campeonato Paulista ao vencer o Palmeiras por 2 a 0, neste domingo, no Morumbi, com um gol de Luan e outro de Luciano. Mas representa muito mais do que isso: é o início do resgate de um clube que sofreu com eliminações frustrantes, perdas sentidas e os maiores rivais levantando taças. É o primeiro título do São Paulo desde a Copa Sul-Americana de 2012. E o primeiro Paulistão desde 2005 – ano de gloriosas lembranças para os tricolores, com conquistas de Libertadores e Mundial de Clubes. Um início perfeito para o técnico Hernán Crespo, que ajudou a mudar o destino do São Paulo dentro de campo. Assista aos melhores momentos da final do Paulistão:

    Melhores momentos: São Paulo 2 x 0 Palmeiras pela final do Campeonato Paulista 2021

    Melhores momentos: São Paulo 2 x 0 Palmeiras pela final do Campeonato Paulista 2021

  • Ranking de títulos

    O São Paulo agora iguala o Santos na terceira posição dos maiores campeões, com 22 títulos. O Palmeiras tem 23, enquanto o Corinthians continua com 30. CLIQUE AQUI para ver a lista completa.

    São Paulo campeão Paulista

    São Paulo campeão Paulista (Foto: Marcos Ribolli)

  • O time de Crespo

    Com a melhor campanha do Paulistão desde a primeira fase, o São Paulo teve vários destaques sob comando de Hernán Crespo. Na final, dois brilharam: o volante Luan, cria da base que abriu o placar, e Luciano, novamente decisivo, com o gol que selou o título no segundo tempo. Recém-recuperado de lesão, o atacante entrou no meio da partida e acabou com a final. O técnico argentino, porém, trouxe experiência, uma nova mentalidade e foi o grande nome no resgate do Tricolor em 2021.

    Crespo é campeão no primeiro torneio pelo São Paulo

    Crespo é campeão no primeiro torneio pelo São Paulo (Foto: Marcos Ribolli)

  • Mais um vice alviverde

    A derrota na final do Campeonato Paulista impõe ao Palmeiras seu terceiro vice-campeonato seguido. O time de Abel Ferreira, atual campeão da Libertadores e da Copa do Brasil, vem de derrotas recentes na Recopa Sul-Americana e na Supercopa do Brasil.

    Gustavo Gómez, do Palmeiras, com taça de vice-campeão paulista

    Gustavo Gómez, do Palmeiras, com taça de vice-campeão paulista (Foto: Marcos Ribolli)

  • Primeiro tempo

    Em um jogo muito cauteloso dos dois times – assim como já havia sido no Allianz Parque –, o Palmeiras teve ligeira vantagem ao subir a marcação, morder a saída de bola do São Paulo e criar chances a partir de roubadas de bola. Numa delas, Danilo Barbosa recebeu na entrada da área e chutou para fora. A temperatura chegou a aumentar após Liziero acertar o braço em Rony e receber uma encarada do técnico Abel Ferreira – o árbitro Raphael Claus deu cartão para o são-paulino, controlou a confusão e apitou o restante do primeiro tempo sem problemas. No duelo de estudos, o que fez a diferença foi arriscar de longe: Luan, aos 36 minutos, aproveitou sobra na entrada da área, arriscou, viu a bola desviar em Felipe Melo e tirar Weverton do lance.

    Gol do São Paulo! Defesa do Palmeiras afasta, Luan mata no peito e chuta. Bola desvia em Felipe Melo e morra no fundo da rede, aos 36 do 1º tempo

    Gol do São Paulo! Defesa do Palmeiras afasta, Luan mata no peito e chuta. Bola desvia em Felipe Melo e morra no fundo da rede, aos 36 do 1º tempo

  • Segundo tempo

    Abel Ferreira voltou com Danilo e Patrick de Paula nas vagas de Felipe Melo e Danilo Barbosa, deixando o meio-campo alviverde mais leve e com chegada ao ataque. O São Paulo, porém, conseguiu se fechar bem e neutralizar as infiltrações do Palmeiras, que aos poucos foi percebendo a dificuldade que teria para chegar ao gol de Tiago Volpi. O Tricolor, por outro lado, teve mais espaços para atacar e aproveitou com Luciano, que entrou no segundo tempo, recebeu passe de Rodrigo Nestor e tocou na saída de Weverton para fechar o placar e confirmar o título são-paulino.

    Gol do São Paulo! Luciano recebe sozinho no meio da área e amplia, aos 31 do 2º tempo

    Gol do São Paulo! Luciano recebe sozinho no meio da área e amplia, aos 31 do 2º tempo

  • Fala, capitão!

    De volta ao São Paulo, Miranda ajudou a arrumar a defesa, ganhou a faixa de capitão e levantou mais uma taça.

    Capitão do São Paulo, Miranda afirma: "Temos que voltar a ser o São Paulo ganhador de títulos"

    Capitão do São Paulo, Miranda afirma: “Temos que voltar a ser o São Paulo ganhador de títulos”

  • Fala, multicampeão!

    Daniel Alves agora tem 41 títulos, o primeiro pelo São Paulo. Emoção, claro, não faltou ao camisa 10, que foi desfalque na decisão por lesão.

    Daniel Alves fala da diferença do título pelo São Paulo: "Quando é o time do coração é além do trabalho e da dedicação"

    Daniel Alves fala da diferença do título pelo São Paulo: “Quando é o time do coração é além do trabalho e da dedicação”

  • Fala, artilheiro!

    Autor do gol do título, Luciano comemora fase no São Paulo.

    Autor do segundo gol, Luciano manda recado para torcida: "Pode comemorar que hoje é nós"

    Autor do segundo gol, Luciano manda recado para torcida: “Pode comemorar que hoje é nós”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *