Tarifa social de energia pode beneficiar 36 mil moradores das regiões de Ribeirão Preto e Franca

Em torno de 36 mil pessoas não cadastradas nas regiões de Ribeirão Preto (SP) e Franca (SP) ainda podem se beneficiar da tarifa social na conta de luz, segundo a Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL). Em 2020, 62 mil pessoas aderiram ao programa.

Além de atender aos requisitos, para conseguir o benefício é preciso fazer o cadastro no site da concessionária ou pelo aplicativo “CPFL Energia”.

Segundo a CPFL, o cliente tem que ter renda de até meio salário mínimo e ser beneficiário de algum programa do governo federal, como o Bolsa Família. Quem não é contemplado por projetos da União precisa procurar a assistência social do município em que mora.

Os descontos da tarifa social funcionam de maneira cumulativa e chegam a 65%, de acordo com a faixa de consumo.

  • desconto de 65%: para os primeiros 30 kWh consumidos no mês
  • desconto de 40%: para o consumo de 31 a 100 kWh/mês
  • desconto de 10%: para consumo entre 101 e 220 kWh/mês

 

“Nos primeiros 30 kWh, o desconto chega a 65%, depois vai gradativamente até 220 kWh”, diz Julio César de Oliveira, consultor de negócios da CPFL.

36 mil clientes podem ser beneficiados pela tarifa social na região de Ribeirão Preto e Franca — Foto: Matheus Meireles/Divulgação CPFL Energia

36 mil clientes podem ser beneficiados pela tarifa social na região de Ribeirão Preto e Franca — Foto: Matheus Meireles/Divulgação CPFL Energia

Veja potenciais beneficiários da tarifa social na região:

 

  • Ribeirão Preto: 6.181
  • Franca: 3.251
  • Sertãozinho: 1.758
  • Jaboticabal: 1.450
  • Bebedouro: 1.265
  • Batatais: 1.093
  • Taquaritinga: 895
  • Ituverava: 665
  • Morro Agudo: 626
  • Miguelópolis: 586

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *