TJ-SP chega a 22,1 milhões de atos processuais durante pandemia

Em quase nove meses de trabalho remoto em razão da pandemia de Covid-19, a produção do Tribunal de Justiça de São Paulo alcançou, no último dia 6/12, 22,1 milhões de atos processuais. São mais de 2,4 milhões de sentenças, acórdãos, despachos e decisões por mês.

ReproduçãoTJ-SP chega a 22,1 milhões de atos processuais durante pandemia

Neste período, magistrados e servidores em home office mantêm a prestação jurisdicional via webconnection: até domingo (6/12), foram registradas 5,6 milhões de conexões e contabilizados 40.348 usuários distintos.

O trabalho foi instituído de maneira parcial em 16 de março e estendido para 100% das equipes em 25 do mesmo mês. Em 27 de julho, iniciou-se a retomada parcial e gradativa do trabalho presencial, especialmente para andamento dos processos físicos.

Para isso, em todos os prédios do estado estão sendo tomadas as medidas de segurança necessárias à saúde de magistrados, servidores, integrantes do sistema de justiça e público em geral, com regras como o distanciamento social e o uso contínuo e obrigatório de máscaras. Com informações da assessoria de imprensa do TJ-SP.

Confira a produção de primeiro e segundo graus (de 16/3 a 6/12):

Primeiro grau:
Despachos = 7.233.238
Decisões Interlocutórias = 10.984.531
Sentenças = 2.405.579

Segundo grau:
Despachos = 697.673
Decisões monocráticas = 81.020
Acórdãos = 731.002

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *