Trabalho temporário deve gerar mais de 225 mil vagas em setembro

Os setores da indústria, serviços e varejo devem abrir mais de 225 vagas temporárias em setembro, dando sinal da retomada da economia com o início da vacinação e a redução no caso de mortes decorrente da covid-19.

A estimativa é da Asserttem (Associação Brasileira do Trabalho Temporário) que espera um aumento de 20% no volume de contratações em relação a igual período de 2020.

Abreu destaca que em meio às incertezas da economia, as empresas perceberam que o contrato de trabalho temporário era a forma mais segura para manter sua produção ativa.

Com isso, a modalidade de contratação manteve-se ativa no período.

Vacina deve estimular aumento de contratações

A antecipação da vacinação da população adulta (maiores de 18 anos) em diversos estados brasileiros pode surpreender positivamente em relação à contratação de temporários, segundo o executivo.

Para Abreu, se em 2020 a indústria foi quem puxou as contratações temporárias, neste segundo semestre o setor de serviços deve se destacar.

Talvez 2021 seja o ano do setor de serviços, principalmente no que se refere aos segmentos de cuidados pessoais, como salão de beleza, saúde, como clínicas médicas, e turísticas, como hotéis e companhias aéreas. São áreas que com a retomada das operações devem voltar a contratar.

Mesmo com o cenário positivo esperado para o setor de serviços, Abreu frisa que a indústria seguirá com a maioria das contratações temporárias.

Outra área que pode surpreender, na opinião do presidente da Asserttem, é o comércio, já que shoppings e varejo de rua retomaram as suas atividades em período integral.

Contrato temporário de trabalho é a porta para efetivação

Com a pandemia da covid-19, muitas empresas aderiram ao contrato temporário para manter a sua produção ativa. A modalidade é mais permite mais flexibilidade de gestão, rapidez, acessibilidade financeira em relação à CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).

Mas, como transformar a vaga temporária em uma efetivação? Segundo abreu, 22% dos trabalhadores temporários são efetivados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *