Uberaba e Araxá reabrem o comércio nesta segunda-feira

As cidades da macrorregião do Triângulo do Sul podem abrir, a partir de hoje, o comércio não essencial. É que essa macrorregião avança hoje para a Onda Vermelha do plano Minas Consciente. Até então, apenas o Triângulo do Norte estava nessa fase – todo o Estado estava na Onda Roxa, a mais restritiva.

Também passarão para Onda Vermelha as microrregiões de São Gotardo, Montes Claros/Bocaiúva/Francisco Sá/Coração de Jesus, Taiobeiras, João Pinheiro, Unaí, São Sebastião do Paraíso e Guaxupé.

A decisão foi tomada pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG) após avaliação, na última sexta-feira, de que indicadores, como taxa de incidência da Covid-19 e ocupação de leitos, apresentaram melhora sustentada nessas regiões. O restante do Estado permanecerá na Onda Roxa pelo menos até 18 de abril, quando o Estado deve reavaliar o cenário.

Na Onda Vermelha, estão permitidos o funcionamento de todas as atividades, desde que cumpram regras como distanciamento e limitação máxima de pessoas.

Logo após o anúncio, Montes Claros, no Norte de Minas, publicou decreto dizendo que vai reabrir o comércio e permitir que shoppings, bares, restaurantes e academias retomem os atendimentos presenciais. Nas academias, o funcionamento será limitado a 30% da capacidade total.

OCUPAÇÃO DE LEITOS

Não é somente a ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), que está com a taxa de ocupação de 86,16% neste momento em Minas, que preocupa o sistema de saúde. A situação dos leitos clínicos no Estado também preocupa. Atualmente, 74,25% dos 20.470 leitos de enfermaria estavam ocupados ontem – 25,67% deles com pacientes com Covid.

Na macrorregião do Triângulo do Norte, a ocupação dos 1.177 leitos clínicos da rede pública era de 100% ontem, segundo dados da SES-MG. O painel mostra ainda que, entre esses pacientes, 586 estão diagnosticados com Covid (45,78% ). Essa macrorregião, que tinha ontem 77,99% das UTIs destinadas a tratar pacientes com Covid ocupadas, já estava na Onda Vermelha.

A situação também é preocupante nas regiões Leste, onde 93,98% dos leitos clínicos estão ocupados, e Centro – onde está inserida BH –, com a taxa de 89,48%. Nessas macrorregiões, ainda vigora a Onda Roxa, que impõe fechamento do comércio não essencial. A rede pública em Minas tinha ontem 5.441 pacientes com Covid internados em leitos clínicos e 2.793 de UTI.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *