Vai a sanção projeto que pode garantir internet a estudantes carentes

 

O Plenário aprovou o projeto que pode garantir acesso à internet para alunos carentes, quilombolas e indígenas, além de professores de escolas públicas. O governo federal deverá repassar R$ 3,5 bilhões para estados e municípios em 30 dias a partir da publicação da lei. Segundo o relator, senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), cada prefeitura definirá se o estudante receberá um pacote de dados para celular ou um modem. A senadora Zenaide Maia (PROS-RN) lembrou que os alunos de escolas públicas foram os mais prejudicados com a pandemia por falta de internet. O projeto segue para a sanção presidencial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *